fale connosco


2011-01-27

Arsénio Pires - Porto

 

Descubra as Diferenças

Você é de esquerda ou de direita?
 
Quando um tipo de direita não gosta das armas, não as compra.
Quando um tipo de esquerda não gosta das armas, quer proibi-las


Quando um tipo de direita é vegetariano, não come carne.
Quando um tipo de esquerda é vegetariano, quer fazer campanha contra os produtos à base de proteínas animais.
 
Quando um tipo de direita é homossexual, vive tranquilamente a sua vida como tal.
Quando um tipo de esquerda é homossexual, faz um chinfrim para que todos o respeitem.

Quando um tipo de direita é prejudicado no trabalho, reflecte sobre a forma de sair desta situação e age em conformidade.

Quando um tipo de esquerda é prejudicado no trabalho, levanta uma queixa contra a discriminação de que foi alvo.

Quando um tipo de direita não gosta de um debate emitido por televisão, apaga a televisão ou muda de canal.

Quando um tipo de esquerda não gosta de um debate emitido por televisão, quer prosseguir em justiça contra os sacanas que dizem essas sacanices. Se for caso disso, uma pequena queixa por difamação será bem-vinda.

Quando um tipo de direita é ateu, não vai à igreja, nem à sinagoga, nem à mesquita.
Quando um tipo de esquerda é ateu, quer que nenhuma alusão a Deus ou à uma religião seja feita na esfera pública, excepto para o Islão (com medo de retaliações, provavelmente).

Quando um tipo de direita tem necessidade de cuidados médicos, vai ao seu médico e, seguidamente, compra os medicamentos receitados.
Quando um tipo de esquerda tem necessidade de cuidados médicos, recorre à solidariedade nacional.

Quando a economia vai mal, o tipo de direita diz-se que é necessário arregaçar as mangas e trabalhar mais.

Quando a economia vai mal, o tipo de esquerda diz que os sacanas dos proprietários são os responsáveis e dão cabo do país.
________________________________

Nota final: O texto original é Francês
 

2011-01-26

manuel vieira - esposende

O livro “História Breve da Música Ocidental” da autoria do nosso colega José Maria Pedrosa vai ter o seu lançamento em Lisboa no próximo dia 2 de Fevereiro, Quarta-Feira, às 18.30 horas na Leya na CE Buchholz, no nº4 da rua Duque de Palmela.

O Convite para estar presente é da Imprensa da Universidade de Coimbra, da CE Livrarias e do nosso colega que verá com muito agrado a presença dos seus amigos neste evento a decorrer na capital portuguesa na próxima semana. Isto pode ser lido em "Notícias" mas repeti-lo aqui é uma garantia de que a mensagem chega mais depressa a cada um.

2011-01-25

Arsénio Pires - Porto

Desculpem! Já retirei o "Novo Verbo".

Agora já podem voltar a "postar" no Fale Connosco.

2011-01-23

A. Martins Ribeiro - Terras de Valdevez

Sou um homem que nasci simples e sempre o procurei ser, por isso, nem sei como me senti depois do espantoso panegírico com que o caro Alexandre,  inesperada e imerecidamente, me afogou.

Como muito bem dizes, grande companheiro, as nossas ideias, afortunadamente contraditórias, chispam muitas vezes, porém, considero esse facto como mais um acicate para a sincera amizade e admiração que sempre tive por ti. Muito embora pessimista por temperamento procuro, no entanto, passar o que ainda me reste de vida com a maior alegria possível e sempre que qualquer dos meus companheiros promova um evento no sentido pecaminoso da gula, se puder, aí estarei eu presente só para “pecar”; e se for em Oliveira do Paraíso, tanto melhor. 

“Ce la rose l’important”;  é capaz de ser, mas se não existir uma Rosa e como bem  diz o Arsénio,  o importante, de facto, é que seja alguma outra flor. 

O Vieira é um “provocador” encapotado, mas eu deixo-o falar.  

A talho de foice, Alexandre, digo que tenho o filme desse memorável convívio, acontecido no teu belo reduto, quase acabado e brevemente te enviarei o respectivo DVD, para memória futura. E também a quem estiver interessado.

Quanto ao resto e como costuma cantar o Delfim aqui dos Arcos, exímio tocador de concertina: … “que siga a rusga e venha outra”.

2011-01-23

manuel vieira - esposende

Fiquei muito sensibilizado com a mensagem do Alexandre, não por ele ter comido à mesa de Palmela o tal "butelo" que também chamam "bucho" e os grelos, acompanhado de mais 5 comensais com a "infelizmência" da minha ausência e a do Martins Ribeiro, mas sim pelo teor descritivo sobre este último colega, em festejos de mais idade e um decano exemplar do saber digital e do aconselhamento gastronómico minhoto.

Diz o Alexandre  que o "o importante é a rosa" e eu solidarizo-me com o Ribeiro e afirmo que "o importante é a Elisa" numa sagrada referência às suas intervenções concupiscentes e conservadoras de antanho que lhe afoita a ditosa memória

Já ferveu em menos água, mas vai-se adequando aos ditos provocatórios, lentamente como a idade, mas percebendo que há coisas que se conservam, outras amolecem ou endurecem consoante quem as diz, mas que condiz com a necessidade de animar o que afinal é de todos nós.

Ontem falei mais de uma hora com o João Manuel Galvão, irmão do Padre Lucílio Neves, nascidos em Castelo Branco. O João Manuel trabalha na sede do Montepio na rua do Ouro em Lisboa e já encontrou no atendimento alguns colegas nossos.

É exímio na arte instrumental, sobretudo no Órgão e já em Gaia era mestre, tocou no PRO-HAR e foi meu colega de curso a partir do 2º ano. Colabora na sua paróquia e acompanha com interesse a vida Associação e um dia vai estar presente num dos Encontros. Mas apercebi-me que está atento e fiquei satisfeito.

Hoje já cumpri o meu dever cívico e fui votar pela primeira vez na frequesia onde moro devido ao Cartão de Cidadão. Na minha terra natal (Fão), onde ainda sou autarca, era o eleitor nº3, pois fiz na altura parte da Comissão Recenseadora e sendo o mais jovem fiquei naquela posição. Hoje verifiquei que era o nº 7409 e ao anunciar até me pareceu estar a ouvir o nº da Lotaria.

Hoje a conversa foi diferente, mas agradou-me...

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº