fale connosco


2014-04-12

António Manuel Rodrigues - Coimbra

 

Embora tenha sido um dos últimos, se não o último, a ingressar na nossa associação, informo-vos que, havendo saúde e não surgindo outro qualquer impedimento, comparecerei no nosso próximo encontro, realize-se ele onde se realizar.

Na data já sugerida, 24 e 25 de Maio, não comparecerei e creio que já não há tempo para o organizar.

Boa Páscoa e muita saúde para todos.

António Manuel Rodrigues

2014-04-11

manuel vieira - esposende

rebus sic stantibus

Não vou comentar o ajuizamento gastronómico do Peinado pois a temática mais quente e fumegante veio do lado do nosso amigo Aventino, referenciando  um princípio jurídico que atenta às obrigações contratuais, neste caso concreto porém, mais um compromisso desenvolvido durante a última Assembleia Geral em 2012 em Gaia e superiormente dirigida pela sua pessoa e secretariada por outro eminente causídico de nome Mário Lage.

De facto a ata referente a essa sessão ainda não foi votada pois isso deverá acontecer na sessão seguinte que ainda não ocorreu, mas a seu tempo merecerá  aprovação.

Compete ao Secretário da Mesa a sua elaboração e ao Presidente da Mesa velar pelo seu cumprimento.

O Aventino tem razão quando relembra o  que ficou assente na dita Assembleia. Ficou assente que se voltaria a Gaia de 2 em 2 anos, não se excluíndo a meu ver  a possibilidade de uma alternativa em caso de consentimento generalizado, procurando desta forma preservar a autonomia da vontade do grupo.

Organizar um fim de semana em Gaia exige hoje mais criatividade do que acontecia há anos, até porque os cenários eventualmentemais curiosos já mereceram a nossa presença  e procura-se em cada ano ultrapassar a excelência organizativa do último evento.

É verdade que os Grandes Encontros nacionais têm merecido grande empenho e exigência dos colegas que assumem a responsabilidade da sua organização e com grande êxito.

Apreciei muito o trabalho bem planificado do último Encontro em terras do Demo, e dou os parabéns ao Belmiro, ao Diamantino, também ao Castro e ao Gaudêncio.

O Belmiro e o Diamantino fizeram um bom  trabalho, um otimo trabalho de equipa que beneficiou também da experiência profissional do Belmiro desenvolvida em tempos na sua velha fábrica das Loiças. Provavelmenteestes nossos colegas referenciados  transpiraram bastante a subir serras, mas também as desceram e respiraram fundo por participarem daquela forma na Missão.

Faço  um desafio a estes 2 nossos colegas para desenharem para este ano  um Encontro que tenha uma tenda em Gaia e estou certo que não faltarão apoios para que o evento tenha o êxito dos demais. Eu estou ao dispor para colaborar e outros colegas do Norte, sobretudo, não enjeitarão contributos, esperando-se do Sul motivação e mais motivação.

Olhemos em frente porque o caminho se faz caminhando e temos muita capacidade para o alcançar…

 

 

2014-04-11

ANTÓNIO ROSA GAUDÊNCIO - LISBOA

Meus caros companheiros

O meu longo silêncio, quebrado agora pela provocação do nosso companheiro Lamas, tem uma razão que não é segredo nenhum : prende-se com problemas de caruncho nas articulações.

Passei uns tempos pouco simpáticos, bastante dolorosos e muito limitadores que me arredaram do site e não só. Por virtude da mesma causa também não pude ir a Braga cumprimentar o nosso poeta Lamas e provar os seus petiscos. Depois cheirei, apenas de longe, um arroz de lampreia e, mais recentemente, não acorri a Palmela, onde, na terça feira, se juntaram ( que eu saiba) 12 companheiros num alegre e são convívio que envolveu um passeio turístico pela manhã e uma boa conversa filosófica pela tarde para além de outras coisas .

Espero, com as doses cavalares de cortisona que estou a embutir, poder voltar, dentro de algum tempo, ao convívio da Associação. Por enquanto limito-me a responder à simpática provocação do nosso companheiro Lamas para lhe assegurar que estou vivo mas que ainda não  me mexo como desejava.  Tão depressa isso aconteça, voltarei ( mas onde é que eu já ouvi isto? )        

 

   

2014-04-09

José Manuel Lamas - Navarra - Braga

 

 

 

Gaudêncio não fiques zangado

Por mouro te chamar

Desculpa ainda o renegado

Pois foi o que surgiu p'ra rimar

 

                     Aquele abraço

                                            Zé Lamas

2014-04-08

José Manuel Lamas - Navarra - Braga

 

Até ao mar fui numa escapadela

     E me encontrei com o presidente

     Com ele tomei café na Marbela

     E p'ró jantar até trouxe uma serpente

 

                            "

 

     E o Gaudêncio minha gente ?

     Esse mouro renegado

     Tem que estar muito doente

     Para andar assim tão calado

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº