fale connosco


2015-02-21

António Manuel Rodrigues - Coimbra

Amigo Peinado, ou recuperas bem e depressa ou, no nosso próximo encontro, acertaremos contas. Ficas prevenido!

Rodrigues - Coimbra.

2015-02-18

Pedro Peinado Torres Júnior - Braga

Boa noite a todos,

Daqui fala-vos o Peinado Júnior e gostava de partilhar um pensamento no vosso site. Aqui vai...

Recordo-me dos variadíssimos dias, meses e anos, que fui ao futebol com o meu avô Peinado.

No início ficava no colo dele a "gramar" o cheiro do seu charuto, enquanto celebravamos os golos com muita emoção. Tempos depois, já tinha um lugar ao lado dele e continuamos a celebrar uma causa que juntamente com muitas outras nos unia. Um prego no pão ou um franguinho no churrasco faziam parte destas festas, na maioria das vezes.

Mais tarde, os tempos mudaram, num novo sítio, moderno e também vitorioso, lá permanecem ainda hoje os nossos azulejos inseparáveis e inquebráveis... e juntos,...continuamos a celebrar. O charuto saiu do cardápio, vieram os binóculos para ver os penalties com maior exactidão. Fomos mais ousados, o prego no pão e o franguinho também souberam a francesinha.

Estivemos no antigo estádio das Antas, no Dragão, no museu, e também estivemos no campo da constituição...Falta-nos ir ver o Olival. (Portanto, vê lá se bebes o chá e se comes as bolachas todas para equilibrares as forças para lá irmos)

Os tempos voltaram a mudar e isto foi um pouco do que há para contar...E hoje, quero celebrar com o meu avô cada dia da sua recuperação como uma vitória. És um verdadeiro campeão! Assim como o nosso Porto quero que me continues a dar alegrias e vitórias. Recupera rápido, Doutor! Não te esqueças que Sábado aí vou eu para o 8º andar contar-te as notícias.

Em jeito de despedida, partilho convosco a letra da música da velhiha marcha do Futebol Clube do Porto, dedicando-la ao meu avô.

Um abraço para todos,

Pedro Peinado Torres Júnior

 

Marcha do Futebol Clube do Porto (cantada por Maria Amélia Canossa)

«Cantemos com voz sonora a toda a hora 
Pois somos Portistas e sempre bairristas 
Pelo nosso Porto 
Gritamos com todo o ardor o nosso amor 
Levamos o estandarte e em qualquer parte 
Do nosso Porto 
Porto, Porto, Porto
 
És a nossa glória 
Dá-nos neste dia 
Mais uma alegria 
Mais uma vitória 
É tão nobre a tua história, a tua memória 
Gritemos sem cessar p'ra te ajudar 
Ai ao nosso Porto 
O teu passado brilhante, nunca distante 
Em nós está presente e eternamente 
Ao nosso Porto 
Porto, Porto, Porto
 
És a nossa glória 
Dá-nos neste dia 
Mais uma alegria 
Mais uma vitória»

2015-02-15

Pedro Peinado Torres Júnior - Braga

Boa noite a todos,

Daqui fala-vos o neto mais velho do vosso amigo Peinado.

Antes de mais, espero que todos se encontrem bem de saúde e com muita alegria.

Como já calculo que saibam, o meu avô Peinado encontra-se no hospital há já algum tempo. Tenho estado com ele todas as semanas e a acompanhá-lo "nesta luta."

Felizmente, o seu estado de saúde tem vindo a melhorar e tenho a certeza que tudo irá correr pelo melhor. Agradeço em nome dele, todas as vossas palavras e telefonemas que lhe têm feito.

Para terminar, digo-vos que mesmo estando nesta situação, o meu avô não deixa de dizer as suas piadas do jeito que todos sabemos. Resta-nos aguardar pacientemente pela hora dele ir para casa e lá continuar a recuperar.

Meu avô, esperamos todos pelo teu comentário, nesta página. Recupera rápido, "Doutor"!

Um abraço para todos,

Pedro Peinado Torres "Júnior"

2015-02-14

manuel vieira - esposende

"Olha que ter amigos dá trabalho"!

"Às vezes", respondeu-me o Peinado depois de eu o ter acordado do seu sono de fadiga, repousado na cama 19 da pequena enfermaria do Hospital de Santo António do Porto.

Com uma chuva ligeirinha calcorreei a calçada de basalto da velha rua de Cedofeira, desci a travessa do Carregal e enfrentei o antigo edifício do Hospital Real de Santo António, da autoria do arqº inglês John Carr iniciado em 1770, a lembrar na sua entrada um templo clássico com as suas colunas e janelas redondas.

Mas esta infraestrutura de cuidados de saúde que tanto enriquece o património construído da cidade, tem uma ala moderna de construção muito recente onde reside temporariamente o nosso colega Peinado, no 8º piso, serviços de Urologia, com mais 2 pacientes na sua enfermaria.

O Peinado regressara à enfermaria na Quinta Feira, vindo dos cuidados intermédios e ontem estava a contar descer ao Bloco para uma pequena intervenção mas parece que não aconteceu. Por isso não se alimentara e apesar do soro sentia a fadiga, adormecendo facilmente.

De barba curta, até estava com um ar remoçado e na conversa ainda abordamos animados um périplo pela cidade lembrando alguns recantos ali pela praça dos Poveiros até à "Badalhoca" penso que em Lordelo, lembrando assim um mapa bem cheiroso e requintado.

Sei que o telemóvel o tem reconfortado e não faltam as conversas vindas de vários lados.

Despedi-me e deixei-o a aliviar o sono de fadiga e subi então a trav. do Carregal até à calçada da velha rua de Cedofeita.

2015-02-09

Manuel Vieira - Esposende

"Trilhos sem sinais" é o convite mais recente do nosso colega Ricardo Morais na rubrica Pontos de Vista e que merece umam leitura atenta.

Entretanto o nosso colega Peinado viu a sua situação clínica a merecer atenção especial e contamos que transite de novo para a enfermaria, encontrando-se ainda nos cuidados intermédios.

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº