fale connosco


2020-06-23

Arsénio de Sousa Pires - Porto

CANTIGA

                                            Mote:

                                                             A morta que já morreu

À luta quero voltar

pois gosto de competir.

Gaudêncio, já podes vir

se a força te ajudar

e o medo não te afastar.

Isto te confirmo eu:

A morta que já morreu

não pode ressuscitar.

 

A dita cuja Aaar

há muito que faleceu.

Não penses que vou ser eu

quem a leva a enterrar!

Não adianta chorar.

Isto te confirmo eu:

A morta que já morreu

não pode ressuscitar.

 

         VOLTA

 

Lamas, Gaudêncio e demais

Que neste baile bailais:

Deixai a dita feder!

Já esticou! Bem podeis crer.

 

Agora, toca a rodar

Que a CANTIGA acabou

e eu deste baile me vou.

Deixai-vos de quadrar

Porque a CANTIGA virou.

 

Neste deserto sem água,

já que a morta mui mal cheira,

procurai uma palmeira,

que alimente a vossa mágoa!

Não adianta chorar.

Isto vos confirmo eu:

A morta que já morreu

não pode ressuscitar.

2020-06-22

José Manuel Lamas - Navarra - Braga

        Um enterro que pode haver 

        Diz o ilustre companheiro 

        Mas fique o amigo a saber 

        Que tal não pode acontecer

         Porque falta o coveiro... 

 

 

 

 

2020-06-22

ANTONIO GAUDENCIO - LISBOA

 

 

                                              Já oiço dobrar os sinos

                             Para o funeral da Aaar

                             Que o cangalheiro da Palmeira

                              Parece  querer vaticinar 

2020-06-22

Arsénio de Sousa Pires - Porto

QUADRAS FOLEIRAS


Dizem que o S. João

não regula bem da mona:

Foi prá China, de avião,

e esqueceu-se da Corona.


Mandou fazer uma, à pressa,

do mais puro ouro fino;

chegou cá e of’receu-a

ao irrequieto Aventino.

 

Por isso, não há S. João

neste ano invulgar:

Um, foi pró rio Jordão,

quer voltar a baptizar.

 

O outro, vendeu a Corona

pra pôr sardinhas a assar

e mandou-nos fazer quadras

pró enterro da AAAR.

2020-06-20

manuel vieira - esposende

Fui tão parco em palavras 

que me esqueci do S.Pedro

mas também não vai ter festa

num ano que é bem negro.

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº