fale connosco


2009-12-13

Assis - Folgosa - Maia

Desculpai, meus amigos por enviar dois comentários duma só vez. No 1º falei na qualidade de Tesoureiro da AAAR dirigindo-me ao nosso dignissimo presidente Manuel Vieira, mas não só... No 2º, dirijo-me a todos, como simples associado e colega vosso de caminhada. Estou deveras pasmado com a afluência e o conteúdo das vossas intervenções. Cada uma delas, em boa prosa e em bela poesia, é hoje culpada por eu ter posto de parte a leitura de algum livro. Não o faço por simples "querer matar saudades", o que já não seria mau. Faço-o para me enriquecer humanamente falando. Sim, tenho aprendido muito com as vossas palavras poéticas e sábias. Relembrais-me alguns saberes que tinha aprendido,quer na saudosa Barrosa, quer em Valladolid,mas que há muito tinha olvidado. E, se recordar é viver, então vós todos revitalizásteis-me. Até o aparecimento de novos colegas e de outros que nos haviam deixado desde os tempos quentes da luta sobre o aborto, como é o caso do controverso J. Marques, foi bom, podeis crer. Mesmo não conhecendo pessoalmente alguns de vocês, ou não concordando com as opiniões de outros... Ânimo, pois, amigos e toca a deitar cá para fora quanto guardais como sagrado no baú do vosso passado e do presente... Enriqueçamo-nos como pessoas, mutuamente. Prometo voltar se o folgo me não faltar. Um abraço fraterno para todos vós.
2009-12-13

Assis - Folgosa - Maia

Quando em 15 de Novembro, após o seu lançamento, me atrevi opinar sobre o nosso "sítio", mal imaginava eu o impacto que, felizmente, o mesmo iria ter entre tantos associados em tão pouco tempo. "A audácia é fonte de criação", costuma dizer o nosso amigo Henri. É verdade, amigo Manel. Realmente, tiveste que ser audaz, até porque desconhecias,naquele "então",por quanto tal audácia nos (te) iria ficar. Sim, porque estas coisas de programação informática não são assim tão baratas, mesmo quando os programadores são amigos nossos...Os associados poderiam não estar dispostos a pagar e esse "então" poderia sair-te caro... Sabes, Manel: É que eu sou o tesoureiro da AAAR e já estou vendo o fundo ao saco...Mas, agora que a criatividade - o fruto da tua audácia - está aí, e os associados que visitam e participam activamente no nosso (teu)"sítio" são já em número considerável e estão imparáveis - a água na panela não só aquece, mas ferve em cachão, alegra-te pois estou já a imaginar a chuva dos € no nosso cofre. - Somos uma associação sem fins lucrativos - está escrito nos nossos estatutos, e não pretendemos mudá-los - mas precisamos de alguns "oiritos", como diz o nosso povo, para pagar as despesas como é natural. E, desde já, na qualidade de Tesoureiro... mhttp://www.apalmeira.com/img/snow.gife nome
2009-12-12

manuel vieira - esposende

Sinceramente ainda não percebi como é que há homens que comem rabanadas de vinho tinto carrascão, com a agravante de resultarem de receita da sogra. Também ainda não sei se já leram a entrevista feita ao colega Arsénio na rubrica própria deste site, inserida ontem. Páginas lindas vão passando por cá...e transportam sensibilidade.
2009-12-12

AVENTINO - Portp

Vens ao finzinho da tarde, vens, no encanto breve de um carteiro tímido, vens, o laço cobre-te, tiro o laço,afago-te, tomo-te. Agora, eu e tu, sentados neste banco de madeira marron do nosso jardim morto, dois velhos somos prescrutando o oceano além. Tu dizes sim. Eu digo sim. E ambos estamos, olhos nos olhos e Palmeira e Arsénio e Assis e Nabais e Sampaio e Alexandre e Celso e Freitas e Vieira e TU e TU e TU e TU e o mar em frente e o silêncio e o encanto e as nossas mãos num laço terno e eterno para te dizer apenas: amo-te.
2009-12-12

A. Martins Ribeiro - Terras de Valdevez

Também recebi a "A PALMEIRA" e não comento nada sobre ela porque, santo Nome, nada tenho a dizer. Olhando, por sua vez, para este nosso site, assim de repente, verifico que esta secção do mesmo é um verdadeiro Twitter, talvez mais perfeito porque permite textos maiores. Vocês já se registaram no Twitter? Eu já, há bastante tempo, com o nick "tonerivus". Que maravilha são estas tecnologias saídas do poder da mente e que nos permitem uma comunicação plena e em tempo real. Se não quiserem falar através do Twitter profano, falem ao menos neste nosso que já será muito bom e gratificante. Vejo daqui de minha casa o pico do Outeiro Maior, na serra do Soajo, a mais de 1700 metros de altura, todo coberto de neve. Como é belo e repousante! Aqui há dias fui á Adega Cooperativa de Monção comprar umas garrafinhas de capitoso "Alvarinho" e reparei lá nuns cartazes que anunciavam as medidas a tomar para evitar a gripe A. Virei-me para a funcionária e atirei-lhe, com suposta jocosidade: "… minha senhora, então vocês têm aqui um poderoso remédio contra a gripe e estão a recomendar outras mezinhas?" Ela sorriu e percebeu bem onde queria chegar! Por falar em gripes, lembro-me doutra medicina que também nunca falha; são as rabanadas borrachonas que, agora no Natal, fazia de forma superior a minha "santa" sogra, que Deus tem, e que a minha mulher vai continuando. São fatias de pão regadas com uma calda de vinho tinto carrascão, mel e canela! Irra! São bravas a de verdade e um tanto "violentas", mas que fazem bem, lá isso fazem! Isso mesmo diz e confirma a velha sabedoria popular: "… avinha-te, abifa-te e abafa-te"! Ide comunicando sempre e um Bom Natal para todos.

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº