fale connosco


2009-11-28

Aventino - Porto

No mais Trás-os-Montes do nosso Portugal, um homem foi encontrado sem identidade. 80 anos prefeitos. Nem escola nem pão; nem médico nem reforma; nem direitos nem pessoa. O homem era como se o não fosse. "Não consta" disse-lhe o conservador do registo civil; "não consta" disse-lhe o juiz; "não consta", o padre, o regedor, a segurança social. "Não consta". Há países onde se mata, queima-se, condena-se à morte, executa-se sem sequer se saber que se executa um igual a ti, a mim, a Cícero ou Leonardo da Vinci, a Galileu Galilei ou a Jesus. Na nossa aldeia a que chamam país, há um igual a nós a quem o Estado tem negado uma identidade. A notícia tem sido notícia em muitos cantos do território e essa dor que me vem de saber que aqui mesmo, ao meu lado, há alguém injustiçado, impele-me a constituir um movimento de VOZ, de DENÚNCIA e de ALERTA contra um Estado que se esquece que, antes de tudo o homem, antes de tudo a humanidade; para que este nosso irmão, ao menos, no outono da vida, possa dizer que tem um nome e um pai, um território e um canto onde por sobre uma lápide branca, alguém, envergonhadamente, numa qualquer tarde gelada de Inverno,lhe verta uma lágrima de culpa.
2009-11-28

José Marques - Penafiel

Bons amigos, lá lá vão uns bons tempos em que os debates num Fórum que a Associação tinha e em que valia a pena meter a palavra embora as ideias fossem por vezes dissonantes como eu gosto.Várias vezes tinha pesquisado na internet pois esse espaço desapareceu mas agora apareceu este e espero que haja soluções e empenho para que isso aconteça. Um abraço a todos e quero aparecer mais vezes por cá conforme isso seja possível.José Marques
2009-11-28

Alexandre Gonçalves - Palmela

Meus Caros Manel Vieira e todos os demais frequentadores deste sítio: Apesar da minha gaguez informática, não pude ficar indiferente a este local de encontro, eu que vou a todas... Li e reli, vi e revi tudo o que por aqui já foi semeado. Espero que a assiduidade geral transforme as intenções verbais em actos e notícias, como quem se encontra no café central e comenta não só o que vai dentro de nós mas também o que acontece na nossa desgraçada cidade. Como é do conhecimento comum, a nossa cidade começa em Caminha e acaba em Sagres, sempre colada ao mar, a trabalhar para o bronze... Não nos fica bem o papel de cães mudos... Até breve! A.G.
2009-11-26

Candido Teixeira - V.N.Rainha

Dgma. Direcção, Caros Antigos Alunos e Companheiros, Sei que as promessas são demasiadas já, mas acreditai que me tem sido totalmente impossível concretizar um dos grandes desejos que tenho na vida que é estar presente numa das vossas confraternizações. Sou grande defensor que para aquilo que desejamos, o dia não tem 24 horas, mas tem as horas que desejamos e a minha ausência muitas vezes com um bocadinho de má organização, não me levou ainda ao vosso encontro. Com grande alegria e satisfação, tenho estados nestes últimos 30/40 minutos a consultar o vosso (nosso site).... apalmeira.... Que bela ideia e que apresentação soberba. Por vezes e essencialmente quando vejo «carolas» dedicados a estas coisas, interrogo-me: « não terão (ou teremos) mais nada para fazer? Como sabeis, fui Presidente da ASEL ( Ex-da Diocese Lamego) e achei por bem, contra tudo e todos, deixar esse lugar no passado Mês de Maio e dar lugar a novas ideias. Como em tudo e cumprindo o ditado popular: depois de mim virá quem....... Hoje, recebo diversas mensagens ou contactos de quem tem saudades desta ou daquela noticia actualizada, deste ou daquele programa, etc. etc. Em conversa com outros (meus) colegas de Direcção, apercebemo-nos que transpusemos a ASEL a um patamar demasiado alto. A Diocese de Lamego ficou-nos, os Antigos Alunos revêem-se na sua Associação, etc. etc. e isso é-nos gratificante. Por isso, dou-vos os meus sinceros PARABÉNS pelo trabalho que tendes vindo a desempenhar. Penso que, como se dizia no 1º Congressos dos Ex., ninguém ainda se apercebeu da força dos Antigos Seminaristas. As próximas reuniões em Fátima, se as souberem aproveitar, tenho a certeza que a Igreja, em primeiro lugar, deverá preocupar-se em agrupar essa força e poder utilizá-la na Evangelização, nas Campanhas Humanísticas e Sociais, .. em tantas outras coisas que o Mundo carece..... A Força e o dinamismo com que a AAAR está não deve amainar nem muito menos refriar. Força colegas. Espero estar convosco.
2009-11-26

JOSÉ - Tietê - S.Paulo- Brasil

Manuel Vieira Meus parabéns por este trabalho maravilhoso de comunicação. É mais um, mas importante e mais rápido.É claro que tenho lido e aprecidado. Hoje trabalho como auxiliar numa paróquia, depois de 24 anos missões pelo Brasil afora.Tenho procurado acompanhar e ler. Nas palavras de cada sinto o palpitar de uma saudade e a luta por uma esperança. O esforço de confraternização é fundamental. Por aqui houve uma frase famosa na TV: "Quem não se comunica se estrombica". Entendo que é isso também. Estou contente e feliz e espero que todos também. Vou fazer 38 anos de sacerdote e Missionário Redentorista. Talvez não vá muito mais a Portugal, mas, quando há dois anos aí estive, fui muito bem rcebido por todos. Aproveito para enviar a todos um Feliz e Santo Natal com as bênçãos para um Ano Novo de Esperanças renovadas. Parabéns pela luta de todos e especialmente pela sua, Vieira. E quando precisarem ou vierem ao Brasil- S.Paulo, no que depender de mim, contém comigo. José Marques de Póvoa de Cervães- Mangualde- Seminário de 1955 a 1968 que vim para o Brasil.

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº