fale connosco


2010-02-20

manuel vieira - esposende

Caros amigos,

a Madeira está a viver um grande drama devido aos fortes temporais que causaram já 32 mortes.Também temos colegas naquela região e aproveitei para  telefonar ao nosso colega Dantas do curso de 1967 que vive no Funchal e é o único de quem tenho contacto, que relatou a situação difícil.Felizmente está tudo bem com ele e com os seus.

2010-02-19

manuel vieira - esposende

Caros amigos, estamos em período de Quaresma que começou na Quarta-Feira passada e vai até à Quinta-Feira da Semana Santa, sendo a Páscoa este ano no dia 4 de Abril.Isto é apenas a título informativo. O "Pontos de vista" tem temas interessantes e não o são só para o Assis, que tem feito um super esforço para a sua leitura.Os últimos temas já podem ser lidos com a função da ampliação da letra que aparece no canto superior direito.
2010-02-19

jmarques - Penafiel

Meu caro Martins Ribeiro,
não estava a contar com a sua resposta pois a minha mensagem já não o tinha em conta pois em termos de fé penso que já não tem remédio, tal é a qualidade da cola que usa nas suas crenças, não tanto nas suas práticas. Ao pensar diferente não pode entender-me como ser pensante empedernido e subjugado à lei dos homens, enquanto assisto a uma Igreja que diz de Cristo, complacente com demasiadas injustiças e até crimes hediondos no seu seio. Onde vê Cristo nisto tudo? Já leu o último "Pontos de Vista"?
 Aprecio a boa mesa mas também aceito o destempero do corpo como atitude de comprometimento e ascese nesta fase do ano, como comportamento de fé sentida, consciente e optativa,   pese os epítetos que me atribui mercê do meu engenho crítico a uma Igreja sem sustentabilidade moral em muitos momentos da sua história e que não é o edifício que Cristo desenhou certamente, se efectuar uma análise fria e consciente. Mas quando escrevo não me dirijo a si pois já me apercebi que não vive num mundo parecido com o meu pois curiosamente cada um tem o seu mundo construído em alicerces geracionais e não é minha intenção demovê-lo sobretudo por essa razão. Mas tem que procurar perceber que o que eu sinto não será muito diferente do que sente, mas o que eu penso poderá assentar noutras premissas de liberdade de pensamento.
Também para lhe confessar que a minha estância turística preferida nunca será Fátima. E já agora desejo-lhe uma boa digestão para o dito da Bairrada.

2010-02-19

Assis - Folgosa - Maia

Vivam todos! Regressado das tarefas agrícolas,tive que pôr a leitura em dia. Alegro-me por ver que o nosso lugar está avançando em boa maré. Até o seu formato ganhou em qualidade. O único reparo que aqui deixo é o tamanho da letra usado sobretudo em Pontos de Vista. - Sim, sei que que os artigos são grandes mas, por favor, tende piedade dos nossos olhos gente da 3ª idade! - Levei algum tempo a ler tudo quanto havia sido escrito nestes dias, mas digo-vos que não me contentei com a sua leitura: Fui aos primeiros dias do nosso site e reli com agrado a quase totalidade dos escritos.Valeu a pena! Há neles apaladado sumo, também na controvérsia das opiniões. E não posso deixar de salientar o valor teológico dos últimos artigos traduzidos pelo Arsénio: fruto de uma teologia que parte da vida e não de teorias dogmáticas. Um Evangelho vivo.

2010-02-18

A. Martins Ribeiro - Terras de Valdevez

Caros amigos e companheiros: neste carnaval rumei, como sempre faço, até Fátima.  Não propriamente com o propósito de rezar - quem quiser rezar fá-lo em qualquer lado - mas mais para fugir á terrível barulheira e ao chinfrim destemperado que os “impolutos e respeitadores” democratas (bolas!) me impõem todos os anos, não me deixando dormir durante três noites como, creio, seria meu direito; acho que Fátima ainda é um lugar sossegado e que “alguns” ainda respeitam.  Claro que, estando lá e sendo esse um lugar de oração, evidentemente, aproveitei também para  rezar um pouco. Bom, mas como passei pela Mealhada e como não sou nenhum santo, caí na tentação e “desbundei-me” com um suculento leitãozinho , bem regado com o condizente espumoso. Vejam lá que escândalo: eu a comer leitão; que pecado! Mas … correu tudo bem! Ando por aqui e nem vou, nem quero, responder ao último tópico do Sr. J.Marques, porque não merece resposta, tantas são as baboseiras - ou mesmo ofensas gratuitas - que nele desconchava. Para não argumentar que eu sou radical, reconheço-lhe o direito de ser agnóstico, ateu, ímpio, seguidor de ideias heréticas, mesmo que ataque Deus, Cristo e a sua Igreja. E eu não gosto que ataquem a Igreja de Cristo! O que lhe peço é que o vá fazer e perorar da maneira que o faz, em tertúlias próprias para esse jaez e não num espaço onde, creio eu, todos têm uma certa Fé e os seus legítimos sentimentos. Eu nunca me atreveria a criticar ou censurar, nas suas próprias casas e lugares, quaisquer outras crenças e seus seguidores, pela simples razão de que não teria nada a ver com isso.  Ora, se pensa como pensa, ó homem, de facto não volte mais a este convívio, porque você não pode ser (nem ter sido) um dos nossos; será, na verdade e como alguém disse, um penetra?  Só pode!  Já mediu bem o alcance do que aqui escreveu, algumas vezes? Ou quererá gozar? Decididamente, e como alguém disse, não “sincronizo” consigo. Paciência!  Afirmo-lhe o meu intuito: pode continuar a blasfemar o que quiser que, da minha parte, nunca mais voltará a ouvir qualquer referência.

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº