fale connosco


2010-08-24

A. Martins Ribeiro - Terras de Valdevez

Caros companheiros; 

sempre ouvi dizer que o prometido é devido. Assim sendo e como combinei com o colega Peinado Torres após a "enguiada" da Gafanha de Aveiro, está a chegar a minha vez  aqui na nesta terra. Ela não tem mar, mas tem serra: e o que anda na serra? Claro, um cabritinho saltador. Para vos garantir que o animal é mesmo genuíno e não canino disfarçado, já o ouço balir aqui nos fraguedos da montanha. Dizem por estas bandas que ele deve ser ainda mamão. Ora, essa característica é que não vai ser assim tão fácil de comprovar. Mas mesmo que o dito caprino não esteja nessa idade da mama e seja já bisavô, afianço-vos que, depois de estar no prato, ninguém vai reparar em tal pormenor. A data está calculada, por conveniência, de 19 a 26 de Setembro, contudo, ao certo ao certo, será posteriormente indicada. Convinha aparecerem mais alguns companheiros, para não sermos só os comedores de enguias; quase certos, estão ainda o Arsénio, o Vieira e o Humberto Morais. Se não vierem mais … bem, assim a coisa fica mais composta. Não venham com subterfúgios do género "… só pensais em comer" porque são críticas destrutivas. Ganhai lá essas forças …  e depois berregai.

Abreijos!

2010-08-22

assis - folgosa

Um Bom Domingo para todos vós e para as vossas famílias.

Ainda sem imagens, pois apenas as possuo por agora na máquina fotográfica, eis-me aqui para vos dar algumas notícias.

Chegados na noite do passado dia 12, já tivemos a oportunidade de fazer algumas visitas à gente pobre de V. Velha. Também participámos em duas sessões de terapia comunitária do projecto Quatro Varas que fica aqui mesmo ao lado da casa de José Airton - "O Advogado de Pirambu" e agora também de Vila Velha - casa em que estamos hospedados. Uma casa pobre que está sendo melhorada, pois as chuvas de Abril haviam derrubado a parte que nos serviu de abrigo em 2009. Menos mal que ninguém nela se encontrava na ocasião. Ele poderia ter um palácio, mas optou por viver com os pobres. Ele, que já vivia numa barraca ainda antes do encontro com o Pe. Henri Le Boursicaud, foi certamente quem melhor compreendeu o verdadeiro espírito da partilha, o espírito de Emaús. - Do seu encontro com o Pe. Henri, nasceram além de duas comunidades de Emaús - Amor/Justiça e Vila Velha, aqui de Fortaleza - também a tal Terapia Comunitária, com a colaboração imprescindível do seu irmão Dr. Adalberto Barreto, terapia que hoje está espalhada por todos os Estados do Brasil, e até na Argentina, Uruguai, França e Suiça. Há um psiquiatra brasileiro formado no Porto que ainda espera poder um dia levá-la para Portugal

- Amanhã, 23 de Agosto, é dia do 90º aniversário do Pe. Henri. Já o ano passado aqui celebrou os seus 89 anos precisamente nas instalações do Projecto Quatro Varas. Este ano, estivemos a fazer todos os esforços para que possa ser já no "Galpão" que servirá de apoio avançado aos pobres de Vila Velha Três. Umas instalações muito rudimentares que têm vindo a ser construidas num pequeno terreno que se conseguiu comprar já o ano passado também com o dinheiro angariado com a venda do livro "Paris-Roma a Pé" do Pe. Henri, uma edição que conseguimos tirar em linguagem brasileira em tempo muito limitado. Neste momento, também o dinheiro que alguns associados quiseram partilhar com esta gente pobre ali está a ser interrado. O vosso dinheiro será semente que morre como o grão de trigo mas que em breve dará espigas de pão dourado. 

Àqules que ainda queiram colaborar, de forma sazonal, ou mensal, lembro que o NIB da conta é o mesmo que o nosso presidente Manuel Vieira e eu próprio tornámos público neste nosso site. Não interessa que o quantitativo seja grande ou pequeno. A mais valia encontra-se certamente no AMOR que nela ponhamos.

Não podeis imaginar - a menos que já alguma vez tenhais visto com vossos próprios olhos - as condições em que estes nossos irmãos vivem... Uma visita a estes locais creio que faria bem a todos aqueles que nos dizemos cristãos...

Fica aqui este desafio para quem o deseje "jogar" e o nosso Bem-Haja a quantos/as já partilharam ou desejem partilhar dos seus bens.

Um abraço e até breve

Assis

2010-08-21

manuel vieira - esposende

Cheira mesmo a tempo de férias!É o calor por vezes nefasto mas também a quietude militante causada pelo impressionante descanso.

Mas essa vida calma tem só a ver com a presença neste espaço pois no dia a dia estou a imaginar muitos dos nossos colegas a vivenciar a prática  dos desportos radicais de verão, tão cansativos que depois só pedem descanso.

Entretanto  a nossa revista Palmeira está já em fase adiantada, o que mostra que alguns dos nossos colegas que a ela se dedicam não pararam e  preparam a sua edição para breve.

O Verão e os tempos do outono que se aproxima e a transição energética associada a essa mudança deverão ser abordados em parte dos seus conteúdos.

É verdade que já tenho saudades da presença de alguns colegas que colaboravam na animação deste espaço mas fico esperançado que o descanso evidenciado nas férias gere as energias bastantes para uma participação mais assídua.

Continuação de Férias boas para todos.

2010-08-17

Arsénio Pires - Porto

Dirijo-me, em primeiro lugar, ao Peinado.
Amigo Peinado, obrigado pelas tuas palavras de apreço relativamente à carta do António.
Como bem disseste, ela espelha a realidade de alguns de nós.
Foi nesse sentido que me decidi a publicá-la.
Ela é mais um ponto de vista em relação a esta realidade que todos nós, cada qual à sua maneira, vivemos ou tivemos a sorte de viver.

Outro ponto. Há dias, conversando com o nosso comum amigo Martins Ribeiro, soube que anda no ar o cheiro dum cabritinho assado lá para os lados dos Arcos. Quero fazer parte do repasto e, por tal motivo, anota já o meu nome.

Agora, para ti amigo Assis.
Tens o condão de nos inquietar sempre que falas.
Deixas-nos intranquilos e desacomodados com as tuas palavras de vida eterna.
Que dizer-te? Olha, um grande abraço solidário.
Sabes que tenho alguns compromissos assumidos mas quero responder ao teu apelo.
Posso fazê-lo para o NIB que o Vieira nos comunicou?

Volarei! - como diz o Peinado.

2010-08-16

Assis - Folgosa-V.Velha

É só para desejar que o novo aniversário do Arsénio seja tão bom ou melhor que passado. Isto para que não possa dizer como o Peinado, e com alguma razão, "dei os parabens ao Assis e ele nem se lembrou dos meus anos". Foi mais ou menos assim, não foi Peinado?

Como ao Peinado, também agora tenho de te dizer, amigo Arsénio: Eu até do meu aniversário me esqueci já e, portanto, não leves a mal...

-- Quero também agradecer a todos os associados que já partilharam do seu pão (dinheiro) com esta pobre gente de Vila Velha. A todos os nossos agradecimentos.

Seria bom que todos os associados se comprometessem a não deitar no balde do "lixo" as migalhas que lhes sobram. Mal imaginais o que se poderia fazer aqui com apenas 40 ou 50 cêntimos. Se cada um de nós se comprometesse com 4o ou 50 cêntimos diáriamente... que panelão de sopa se poderia oferecer a todas estas crianças e velhinhos (de pele e osso)... quantos medicamentos poderiam ser postos ao seu dispôr...quantas criancinhas poderiam frequentar a escolinha do Pe. Henri...quantos sorrisos nos rostos de toda esta gente...

Seria bom que este sonho se tornasse realidade, e é tão fácil de realizar...o resto deixaríamos ao cuidado de Deus...

De 2 padres amigos da Madeira trouxemos nada menos que 2.300 euros... com o vosso e o de mais três padres que vós conheceis bem, e ainda de uma senhora que frequenta a igreja da firmeza, trouxemos o total de 5.500. Ainda é uma gota num grande oceano, é certo, mas uma gota de água doce que consegue fazer menos salgada a vida desta gente.

Amanhã mesmo vamos recomeçar o obra de Vila Velha. Hoje apenas tivemos tempo para pagar dívidas de fornecimentos anteriores.

"UMA BELA SINFONIA COMPÕES-SE APENAS COM PEQUENAS NOTAS". Perguntem ao Mozart ou a Betowen, ou então ao especialista na matéria, ao nosso associado J.M.Pedrosa...

Tenhamos a coragem de tomar em nossas mãos este belo desafio de FRATERNIDADE e nunca pensemos que o que já possuimos é sempre pouco. Ao lado desta pobre gente, somos todos MILIONÁRIOS...

Um forte abraço para todos vós.


Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº