fale connosco


2011-04-11

Arsénio Pires - Porto

Jovens:

"O que importa não são as coisas que acontecem: o que importa é o modo como se fazem acontecer", diz o anfitrião do nosso próximo Encontro Nacional, Vergílio Ferreira.

Façamos acontecer este Encontro Nacional de modo a ser um GRANDE Encontro.

De ti depende. Também.

Tens intenção de ir? Faz já a tua pré-inscrição. Sem compromissos.

Assim poderemos começar a tratar das reservas necessárias: restaurantes e hotel.

Ajuda-nos!

2011-04-11

PEINADO TORRES - PORTO

Boa tarde companheiros Recebi a PALMEIRA e já li alguns dos seus conteúdos, parabéns aos vários autores. Vou para férias prolongadas, os meus amigos vão-se ver livres de mim durante algum tempo, REFORMADO não é só para dizer que trabalha, REFORMADO é para ter tempo livre para fazer e realizar sonhos, que o tempo de trabalho não deixava fazer. É bom ser REFORMADO e ter tempo para organizar uma vida calma e tranquila, e, organizei-me para ir ao GRANDE ENCONTRO, inscrevi-me, e agora porque vou estar ausente comunico que NÃO POSSO ESTAR PRESENTE. Fica portanto sem efeito as duas marcações que fiz. Faço votos para que seja um convívio como sempre tem sido, isto é, ao nível da AAAR. Como estamos em tempo de crise, será bom e oportuno lembrar que A MUI NOBRE E INVICTA CIDADE DO PORTO já começou a festejar antecipadamente o S. JOÃO com a vitótia RETUMBANTE DA LIGA PORTUGUESA pelo glorioso FUTEBOL CLUBE DO PORTO, baluarte da cidade, do NORTE, de PORTUGAL e conhecido em todo o MUNDO, não só pela sua grandiosidade, mas também pelo inegualavél e famoso VINHO DO PORTO, brisdemos pois pelo FUTEBOL CLUBE DO PORTO. AMIGOS E COMPANHEIROS, um forte abraço. VOLTAREI quando puder
2011-04-11

Alves Diamantino - Terras da Maia

 

Ela Chegou!

Elegante, inteligente, personalizada e sonhadora. De traje perfeito, perfume e maquilhagem Vergíliana.

A tua aparência é saudável, mas a verdadeira beleza, está no transbordar do teu

interior. Cuidadoso, afectuoso, terno, sem deixares de ser firme, batalhadora.

Chegas-te  quando interiorizava o R.  Desviaste-me dos meus conflitos.

Penitencio-me dos meus PECados no ser solidário com o J. ”É bão como em Fão”.

Expresso-te a minha mais elevada amizade, reafirmando “Albert EINSTEIN”:

- Deus não escolhe os capacitados, capacita os escolhidos.

 

                                                                Um abraço dum ex seminarista redentorista

 

 

 

2011-04-08

A. Martins Ribeiro - Terras de Valdevez

Recebi agora mesmo a PALMEIRA e o que me apetece dizer é que só me posso orgulhar dela e, por isso, endereçar ao seu Director e redactores os meus rasgados elogios. Excelente! Bom papel (caro, suponho), bom aspecto gráfico e com boa cobertura fotográfica. No que respeita ao texto, é todo ele magnífico, no entanto, entendo que as “penas” nele intervenientes deveriam tornar-se mais diversificadas. Será que no universo dos AARs só haverá meia dúzia deles que se aprestam a colaborar? No próximo passeio do Grupo, se tudo correr bem, lá estarei para fazermos as respectivas contas. Abraços!

2011-04-07

Arsénio Pires - Porto

Jovens!

Venho aqui de novo, após uns dias de ausência desta janela.

E venho para não deixar no esquecimento o nosso próximo Encontro Nacional.

Vai ser uma oportunidade ÚNICA que nenhum de nós pode perder. Porquê?

1. Porque vão ser dois dias de profundo convívio. Só o irmos em autocarro, facilita imenso o contacto.

2. Porque vai ter uma grande componente cultural: Uma visita à obra e terra de um dos nossos maiores escritores do séc. XX e de todos os tempos, Vergílio Ferreira.

3. Porque vamos ter uma esmerada componente gastronómica: a excelente comida beirã será servida com abundância de pratos e diversidade de sabores!

Para que tudo corra MUITO bem, precisamos da tua presença!

Se ficares em casa, ficaremos todos mais pobres!

Como aperitivo, deixo-te este pequeno poema do Vergílio Ferreira (ele não brilhou pela poesia que produziu…) que revela bem toda a sua vida perante o mistério da existência. Só os grandes se interrogam!

“Na parte obscura donde às vezes fala

a voz que escuto para lá do que ouço,

morava Deus. Mas se hoje o escutá-la

na verdade do que era já não posso,

não sei porque se não cala.”

(Conta-Corrente 2, p. 61)

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº