fale connosco


2011-09-12

A. Martins Ribeiro - TERRAS DE VALDEVEZ

AQUELES QUE FICARAM 

foi porque quiseram. A data que se aventou foi lançada com tempo á consideração de todos os possíveis interessados, não tendo nenhum deles apresentado qualquer reclamação ou sequer sugestão, como se esperava.

Bem se diz, e com razão, que não há fome que não dê em fartura: um dos meus receios que, conforme se ia aproximando a horinha, se transformava em medo e angústia, era o de que o meu grito de chamada se perdesse no deserto da indiferença e da deserção. Podia lá ser!  Expliquei sempre e muitas vezes que esta era uma “guerra” especial que só podia ter êxito com uma  planificação á risca. Tinha que ser travada com um número certo de guerreiros e então que sucedeu? Quando o batalhão estava pronto e já dada a ordem de marcha, num repente, começaram a apresentar-se muitos mais recrutas e já não havia armas para eles todos nem se poderiam adquirir já a tempo. Como está bom de perceber, nunca se excluiu quem quer que fosse; precisamente o contrário.

Ninguém mais que eu teria uma alegria imensa em ver presente o Aventino e muitos outros mais. E então agora, triste de mim, que farei? Sinceramente, não sei! O que vos digo é que também não queria ficar com o papel de vilão nem com o ónus ilícito de decisões despropositadas.

Creio bem que falei, e até demais, aos meninos da minha carteira; o que me parece é que esses meninos, estouvados e traquinas, é que não quiseram ouvir e, quando se aperceberam, só não digo que já era tarde, porque para mim e para todos nós, tarde nunca é, nem tal podemos aceitamos.

2011-09-12

Peinado Torres - Porto

Bom dia companheiros, Caro AVENTINO. Vou meter a foice em seara alheia, mas nós pertencemos todos à mesma FAMÍLIA. Sou um entusiasta destes convívios, mas a realização da " FODA À MONÇÃO " é da exclusiva responsabilidade do nosso DECANO MARTINS RIBEIRO, a data concerteza que foi acordada entre algnus dos presentes. Tenho a perfeita noção, de que alguns dos nossos companheiros ainda estão no activo, e daí terão mais dificuldade em em se libertarem para estes eventos. Mas caro AVENTINO, ainda vais viver o tempo suficiente para gozares as delícias e inconvenientes da REFORMA, mas dado à tua juvente receio bem de já não me restar muito tempo para nos encontrarmos. De qualquer modo, dado que sou bastante optimista desde já te convido para que reserves o próximo dia 18 de Outubro, para estarmos presentes em VIEIRA DE LEIRIA, para nos deliciarmos com uma das 7 maravilhas da gastronomia portugusa "o famaso ARROZ DE MARISCO ". Portanto amigos estão desde já as inscrições abertas, e encerram no dia 14 do mesmo mês. E já agora companheiro nosso, o ano passado lançaste aqui um convite para uma visita à nosso querida CIDADE DO PORTO CAPITAL DO MUNDO, mas tudo ficou no tinteiro. AVENTINO muitos de nós continuamos à espera e não queremos esperar sentados, e também queremos beber uns copos e comer uma tripalhada, que muito injustamente não foi classificada. Como PORTUENSE e PORTISTA já estou habituado a estas MANIGâNCIAS.O NABAIS reformou-se mas ainda não tem carta de alforria para se juntar aos restantes RECLUSOS, FICAMOS à espera. P S Fui informado de que o meu caro companheiro e amigo JOSÉ PEDROSA, também vai estar em MONÇÃO, vem e traz a tua MÚSICA. VOLYAREI
2011-09-11

AVENTINO AVENTINO - Porto

E AQUELES QUE FICARAM

Hoje eu quero chorar a minha ausência. A que me impões. Tu designas, tu escreves, tu marcas dias 13, e terças feiras e quintas feiras e longe e perto e além, sem que me dês oportunidade de estar presente, abraçar-te, sorrir e rir dos nossos tempos-menino, dos nossos tempos de meninos.

Hoje eu quero chorar a minha ausência. Tu excluis-me, tu foges, tu não proclamas os hinos do meu ir.

Hoje tu não falaste aos meninos da minha carteira; àqueles, que uma década ou duas depois de ti, subiram os mesmos trilhos do mesmo tróley, o mesmo portão triste de uma casa triste, a mesma escuridão de um final feliz.

Hoje, eu verto lágrimas e dor pela minha dor.

Mas...amanhã?! Amanhã... eu não chorarei a minha ausência.

Apenas a tua!...

   

2011-09-09

manuel vieira - esposende

Parece que a dita de Monção vai ser repasto para ser lembrado e falado durante  muitas luas pois o Alto Minho marca e de que maneira.

O Martins Ribeiro andava preocupado com a abstinência dos comensais costumeiros mas já mandou juntar a cabeça do anho para eventuais falhas de substância, tal parece ter sido a resposta ao repto que soube lançar aos ventos dos sentidos.

Estes cenários cirúrgicos que o Ribeiro tão bem escolhe não dão margem a negas e se o S.Pedro ajudar vai ser um consolo de alma, tão bem que o corpo vai ficar.

Terra de bons vinhos verdes de aromas cativantes, a amesendação fica perfeita em Monção com os sápidos assados em fornos lentos de lenha, onde a suculência das carnes do anho exala cheiros ávidos de prova.

Bem, não vou falar mais na coisada pois "Foda à Monção" é de se lhe tirar o chapéu.

Venham cheínhos de tentações gástricas promíscuas, que as travessas vão dar pano para consolos iníquos onde a desbunda saberá exaltar os prazeres da carne criada nas serranias batidas pelo Norte.

E lá estou eu a dirimir desejos...

 

2011-09-07

PEINADO TORRES - PORTO

Bom dia companheiros É com toda a alegria e amizade que hoje me dirijo o todos vós. Por uma boa causa e para que a verdade não morra solteita ,o nosso comum amigo ALEX ( o filósofo )requeeu aqui a minha presença para confirmar que ele sempre esteve DISPONÍVEL para participar na " FODA Á MONÇÃO ", facto que eu comuniquei telefónicamente ao nosso DECANO MARTINS RIBEIRO. A conversa foi longa, tratamos outros temas e é provável que que o nosso amigo não tenha registado este assunto. NOTA IMPORTANTE: o convivio na " FODA Á MONÇÃO " vai ser uma relidade. Vem uma forte delegação de compamheiros residentes no SUL, e como grande aquisição O DELFIM. Mas temos mais. Chega hoje dos STATES o nosso inestimável companheiro " O MÚSICO, PÍNÓQUIO, O GONISSALVES ( como lhe chamava o falecido Padre Vaz ) o meu condiscipulo e AMIGO DOMINGOS GONÇALVES, outro grande amigo e companheiro HUMBERTO MORAIS ( também filósofo ) está a desenvolver todas as diligências para que o GONÇALVES também esteja presente. Tudo isto se deve à amizade que nos envolve a todos nós, ao convívio que ontem realizaram os nossos amigos que residem no SUL, com o PASCOAL & CA, e a um trabalho desenvolvido por outra grande figura do nosso convívio também meu condiscipulo que dá pelo nome de ANTÓNIO GAUDÊNCIO (o perna longa ). MARTINS RIBEIRO temos " FODA Á MONÇÃO " e a NATALI que se prapare , pois segundo informações recebidas de fontes que não podem ser divulgadas, temos companheiros em grande forma e outros que não querem BOTAR má figura já estaão a tomar VIA... , é claro que isto são assuntos de confessionário, por tal motivo sigilosos. Companheiros o meu abraço . VOLTAREI

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº