fale connosco


2012-01-18

manuel vieira - esposende

A minha mensagem vai ser curta e servirá para retribuir o abraço ao Marques. Também envio ao Martins Ribeiro dos Arcos  um abraço grande pois faz hoje 79 anos e escutam-se aqui foguetes de festejos naquela bonita vila minhota. Um abraço de melhoras para o nosso colega Samorinha que saiu ontem do Hospital onde esteve para uma ligeira cirurgia.

Amigo Marques, há sempre que dizer neste mundo do escrever, mas o frio até encolhe as vontades, sejam elas de  filósofos, poetas ou reformados da fé nestes sítios, descrentes nas conversas à distância de um teclado.

2012-01-18

Peinado Torresant - Porto

Parabéns MARTINS RIBEIRO o nosso DECANO E PATRIARCAcompleta hoje mais um INVERNO, que se repita por muitos anos na companhia da sua estimável familia e de quem mais lhe aprouver. Um grande abraço e até breve VOLTAREI
2012-01-17

JMarques - Penafiel

Estimada gente das Devesas,

Não fora a intervenção do colega Arsénio e ficava-me pela atitude pachorrenta  de inolvidável leitor de sofá, indiferente à neve de rua e aos poucos dias de férias de inverno que restam.

Não quis ficar indiferente à letargia deste sítio que já vi muito animado e com esbaforidos tocadores de sinos quando os ventos não lhes pareciam favoráveis, como se fosse eu o arauto das blasfémias.

Sinceramente preocupo-me um pouco comigo próprio quando me acomodo, como a sentir que o meio século possa ser um ponto de partida para a inércia e a acomodação mental.

Mas ao ler a referência que o Arsénio fez à persistência solitária do nosso Presidente por  aparecer pausadamente por cá como quem chama por alguém, lembrei-me dos gestos de mão sem fins reprodutivos e decidi então arremessar-me contra o silêncio dos filósofos, dos homens de leis e das letras, dos poetas e de outras tretas (é só para rimar pois também estimo as rimas).

Mas não venho desafiar ninguém nem venho bater prosa por devoção. Venho mandar um abraço aos poucos que me dita a memória como o José de Castro dos lados de Melres, do Ismael que já por cá li, do Presidente que é persistente e de um ou outro que já li por cá em gesto solteiro.

Venha o primeiro!


 

2012-01-14

Arsénio Pires - Porto

Aqui venho, com relativa pressa, para saudar o nosso querido Escaleira, mais conhcido por Freitas, o "boticário" nascido do lado de lá da serra onde eu também vi o sol.

Com pressa, disse, porque me escasseia o tempo por motivos de doença dum familiar.

Não poderia deixar de o fazer. Aqui deixo um repto ao Freitas Escaleira para nos aparecer como soía, em carne e osso (mais osso do que carne... por supuesto!).

Outro desafio lhe fiz por correio electrónico para que me envie um artigo para a nossa Palmeira (poesia já cá temos a "10ª Sinfonia" donde, quando precisamos, nos abastecemos...).

Aproveito assim para anunciar que o próximo nº da Palmeira está em gestação. Esperamos o vosso contributo: artigos, notícias, sugestões, fotografias antigas, etc. Não se estiquem! Página e meia é o limite!

Nota: Parabéns, Vieira! Tens-te aguentado sozinho no jogo. Anda tudo a monte. A águas por causa dos exageros? Talvez!

 

2012-01-14

manuel vieira - esposende

Ontem fui a Orbacém, à "cabana de xisto" do Assis.

Um almoço leve de peixinho cozido em posta, com batata e nabo e um molho caldoso de tomate e cebola.

À mesa éramos 5 pois já lá estavam o Martins Ribeiro, o Barros e o Escaleira que já não via há cerca de 45 anos. Ainda foi meu professor e depressa descobriu que tinha outros caminhos. Reformado do ensino,  com bagagem de conversa bem diversificada e prática poética, fez estreia no lugar de Cabanas, de onde se atinge o mar por entre montes a poente .

O Assis foi o cozinheiro e trouxe umas entradinhas de queijos,chouriço e farinheira das Beiras a suar do forno.

Um vinhinho do Douro e sobremesas de Fão e dos Arcos, com os seus charutos de ovos embrulhados em papel de hóstia. Um cafezinho bem quente com licores diversos.

Esquentamos de sol e conversamos afinando memórias. Fez-me bem!

O Delfim tem saltado calendário para o Encontro Regional em Messines e já apontou o fim de semana de 21 e 22 de Abril, com autocarro para o sul  previsto em Lisboa a ligar ao comboio do Norte.

Em breve haverá Programa.

Do coração do Delfim partiu a iniciativa de uma lembrança de natal para o padre Henri e vários colegas alinharam. Foram enviados 500 euros.

Do Brasil veio a mensagem de agradecimento pela mão de Jarlyne dirigida ao Assis:" Escrevo para transmitir as palavras do nosso irmão Pe. Henri, que infelizmente não se sente à vontade para escrever tanto quanto gostaria, senão assinar seus livros quando os vendemos por aqui.

Porém ele me pede para agradecer tanto a ti como aos amigos que partilharam com a caminhada. E preciso de todos juntos para a revolução do amor e da Justiça acontecer."


 

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº