fale connosco


2012-05-21

Assis - Folgosa - Maia

Olá! meus Amigos... - Já cheira a favas...pelo menos ao arrozinho do Eça e do seu amigo Jacinto...

Agora pergunto aos esquecidos - para responder ao "quantos são, quantos sao?" do Peinado, embora ele não tenha os direitos ao Valentim... - quando vos increveis? É que a favada é já no próximo sábado, 26 de Maio. - Talvez me tenha esquecido de vos indicar o número do meu telemóvel. Aqui vai pois ele - 964 657 753

Já estão inscritos e sem pagar qualquer jóia, pois não é preciso, os seguintes Associados: Martins Ribeiro, Manuel Vieira, Peinado, Aventino, Barros, Alexandre, Meira, Sacadura, Freitas Esacleira (este ainda a meio pau...vai ainda confirmar). - Portanto, amigo Peinado, já somos "quase" 10. Espero que ainda mais associados apareçam... Entretanto, até sábado, eu continuo de lata e pau em mão, para espantar os atrevidos gaios.

O meu abraço fraterno

 

2012-05-21

manuel vieira - esposende

A gastronomia queirosiana também fala do arroz de favas:

“E pousou sobre a mesa uma travessa a transbordar de arroz com favas. Que desconsolo! Jacinto, em Paris, sempre abominara favas! ... Tentou todavia uma garfada tímida – e de novo aqueles seus olhos, que pessimismo enevoara, luziram, procurando os meus. Outra larga garfada, concentrada, com uma lentidão de frade que se regala. Depois um brado:
– óptimo!... Ah, destas favas, sim! Oh que fava! Que delícia! “

É claro que A cidade e as Serras não previa as boas comidas que também se confeccionam na quintinha do Assis com os bons produtos da sua horta, pesem outros acrescentos e temperos de ervas aromáticas que dão  cheiros tenrinhos saídos dos tachos esfumados.

No lugar de Cabanas, de onde a paisagem abarca o mar, o quintal do Assis enche-se de legumes frescos e no sábado a paisagem vai ter novos visitantes. E tem espaços para todos!

2012-05-16

A. Martins Ribeiro - Terras de Valdevez

Caros companheiros e amigos, ex-reclusos da AAAR; tenho estado calado pois acho que também tenho direito a ser interveniente de sofá e não andar sempre na cabeça do touro. Falando com o Vieira, transmitiu-me ele que, e confirmei, o nosso caro amigo Peinado, pelos vistos, esteve uns dias a "dar banho á minhoca" nas termas do Gerês. Acho que fez muito bem e a mim só me traz grande satisfação por saber que continua em boa forma e assim comparecer na "favada" do nosso Assis, a cujo sítio se pode chegar através da espantosa artéria  "O caminho do Fradinho". No cimo da mesma aparece o jardim muito melhor que o do Éden, prolífero em diversas espécies de árvores, frutos e passarada, quiçá mesmo de bicharada rasteira. Meteu-se em boa o pacato do Assis. Diz o Peinado que não sabe quantas pipas terá de levar para o repasto; leve as que puder que assim me encarregarei eu dos célebres charutos dos Arcos pois as lambonadas também sabem muito bem, sobretudo nestas idades em que já se usa o viagra; t'arrenego, que eu ainda não preciso de tais mixórdias. Faço daqui um grande apelo ao Davide para que não falte, bem como ao Alexandre e, se for possível, ao Gaudêncio. Vir ao Minho deve ser sempre muito gratificador. Vamos ver é se o nosso Presidente Né Vieira terá mão firme para nos meter a todos na ordem. Desde já vos digo que conteis comigo, a não ser que desabe por estas bandas um cataclismo terráqueo ou sub-lunar. Se no fim de tudo se puder cantar o nosso hino, o ritmo será irrelevante, a menos que as vozes se apresentem tão esganiçadas que já não aguentem o compasso. Já que alguém p'raí falou que alguns textos exarados foram escritos num teclado, informo-vos que o meu não foge á regra pois foi igualmente congeminado, currente calamo, num teclado preto com caracteres brancos. Sabeis todos onde moro e, com favas ou sem favas, ide-vos também preparando para, a breve prazo, voltardes a aparecer por estes lados. Mas, até lá … sabeis a que vos aconselho? Ide trabalhar, malandros!

2012-05-16

Peinado Torres - Porto

Bom dia companheiros. Não pensava voltar tão pronto a estas lides, mas não podia ficar indiferente ao que fui lendo. Eu vou à FAVADA, porque gosto muito deste tipo de comida, porque volto-me a encomtrar com muitos dos meus amigos, e também para levar mais 4 amigos que me queiram fazer companhia, e levo também umas garrafitas de VERDE TINTO VINHÃO da adega de Ponte do Lima. Estás a ler DAVID ? Fiquei muito satisfeito por teres respondido à chamada,, e tens transporte do PORTO até ORBACEM e volta. ALEX também te podes insvrever, ter-te como companhia é uma honra, filósofo, escritor e sobretudo um bom colega e amigo, e venham todos os outros que não são piores que estes dois , são diferentes, mas igualmente amigos. E já agora parafraseando o Major Valentim Loureiro " e quantos são ? " Teenho que saber quantos barris tenho que levar. Mudando de assunto. Não tenho tido notícias do regulamento para o concurso do HI9NO DOS EXRECLUSOS DA AAAR. Descansem eu não vou concorrer. mas como o PEDROSA leva estas coisas muito a sério e se trasta de um EXPERT em música, vou humildemente fazer uma sugestão, que o ritmo não de baseie no Fado, passodoble ou tango também não, o que mais me agradava é o ritmo SAMBINHA, não sei porquê mas dá-me a sensação de que leva BIAGRA, para a nossa idade é capaz de fazer efeito. Para terminar devo-vos dizer que vamos ter dois cozinheiros, um deles é dos que diz que eu estou seemopre pronto para BEBER, graças a DEUS QUE ELE ME FAZ COMPANHIA. Quem seraá ? . David não faltes e os demais que venham se tiverem vontade. até à FAVADA . VOLTAREI P.S. este horroroso texto saiu do meu TECLADO. VOLTAREI Até à FAVADA . VOLTAREI
2012-05-14

DAVIDE VAZ - SOITO - ALMADA

MEUS CAROS AMIGOS: TAL COMO O "NOSSO" ASSIS, JÁ FIZ OS SETENTA E CÁ ESPERO TAMBÉM POR VÓS. TENHO ANDADO DAQUI ARREDADO POR CAUSA DE UM PROBLEMA QUE ME SURGIU NO COMPUTAS E, POR ISSO NÃO TENHO ESCRITO. O PEINADO, QUANDO FALAVA COMIGO AO TELEFONE ÍA DIZENDO:#ENTÃO PÁ, NÃO ESCREVES COMO PROMETESTE?" EU LÁ LHE ÍA DIZENDO O QUE SE PASSAVA E AQUI ESTOU! PEINADO, COMO VÊS, NÃO ME ESQUECI. E, JÁ AGORA, ESPERO QUE TENHAS FEITO UMA BOIA RECUPERAÇÃO DE SAÚDE POIS, NA NOSSA IDADE, É PRECISO CUIDADO COM ELA POIS JÁ NÃO AGUENTA MUITOS ABUSOS~. SOBRE A IDA A MESSINES SÓ DIREI QUE ADOREI. ESTE ALGARVE PRENDEU-ME. RECUSO-ME A IR PARA PRAIASD COM MILHÕES DE BANHISTAS. QUE BELEZA AQUELES LARANJAIS E DEMAIS ÁRVORERS DE FRUTO QUE HAVIKA NAQUELE BARROCAL! O PASSEIO FOI MAGNÍFICO, TANTO PELA PAISAGEM QUE DESCONHECIA COMO TAMB+EM PELO FINAL COM O BELO CANTO ESCUTADO NA CASA DO DELFIM. O DELFIM MERE34CE UM GRANDE ABRAÇO DE PARABÉNS. VALEU A PENA E NADA MAIS DIREI SOBRE O PASSEIO JÁ QUE OUTROSD, COM MELHORES DOTES DO QUE EU, DISSERAM SOBRE ELE COISAS MUITO LINDAS. MAS HÁ UMA COISA NESTES PASSEIOS QUE PARA MIM É MUITO IMPORTANTE:-O PODER ABRAÇAR E REVER OS ANTIGOS COMPANHEIROS "DA DESGRAÇA" QUE COMIGO CONVIVERAM NA BARRROSA. FICO FELICÍSSIMO POR REVE-LOS A TODOS. POR ISSO É IMPORTANTE QUE APAREÇAM TODOS! VEM DAÍ VIGÁRIO, ANTÓNIO PINHEIRO E TODOS OS OUTROS QUE ANDAM ARREDÍOS! DE CERTEZA QUE IREIS GOSTAR. QUANTO À FAVADA, AMIGO ASSIS, VOU VER SE LÁ POSSO IR. VONTADE NÃO ME FALTA E APETITE TANB+EM NÃO. ER SE FOR NÃO LEVO CARRO QUE É PARA PODER BEBER UNS CANECOS DE VERDE SEM O MEDO DA CONDUÇÃO. POR AGORA FICAREI POR AQUI. E, COMO DIZ O "NOSSO" PEINADO, VOLTAREI. UM ABRAÇO PARA TODOS DAVIDE VAZ

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº