fale connosco


2012-04-19

Alexandre Gonçalves - Palmela

O MAR DO SUL (Encontro de Messines)--------------------------------------

 

Espero chegar a tempo de uma leitura, antes de subirmos para o navio que espera por nós em todos os cais. E a primeira palavra é de encantamento. O autocarro está lotado como um ovo. E mais de uma dúzia de participantes deslocar-se-ão nos seus próprios meios de transporte. A adesão é geral e isso constitui o melhor prémio para quem se esforçou para pôr de pé esta ideia. Na verdade, os anfitriões não hesitaram em desenvolver no terreno todos os ingredientes para um encontro que se presume inesquecível. Só para sugerir o empenho, pensem num piano antigo, adquirido e  afinado expressamente para o efeito. Os três protagonistas do pequeno concerto têm currículo que nunca mais acaba. A começar pelo exímio pianista, antigo aluno de Gaia e reputado professor de piano em Paris. As duas cantoras líricas, transportadas pelos sonoros braços das cordas, encherão a noite do Barrocal duma harmonia inédita e consoladora. Há ainda o espaço da " Cerca da Aldeia", desenhado e reconstruído para este encontro. Ao fundo o mar do sul, onde perduram os ruídos do verão passado. Aqui o silêncio das águas, das árvores vestidas de primavera, dos laranjais floridos, dos múltiplos aromas mediterrânicos. A casa é uma herança genuína da cultura sarracena, muito branca, rente ao chão e à luz e aos desejos da condição humana. -------------------------------------------------------

É flagrante o sentimento duma associação bem viva, que não se mede pelas quotas mas por afectos, que obscuramente afluem à memória. Como se entre nós houvesse uma fraternidade de tipo diferente, com filiações comuns ao longo de sucessivos partos culturais. Embora diferentes, e por diferentes caminhos e opções, viemos dar aqui, a este largo rústico, que a idade tem vindo a mostrar como interessante e enriquecedor.-------------------------

Então, venham daí com alegria, como se estivéssemos em casa de família, soltos, práticos, informais até à provocação. Abonem-se de roupa quente, porque as noites altas não têm a mornidão das praias. Tragam calçado de serviço, porque o chão não está encerado. Os danos são por conta de quem os sofre. Está prevista uma caminhada de 800 metros, em jeito de digestivo para o primeiro almoço. Mas não desanimem: as forças acumuladas no repasto aguentam a prova. Os quilómetros de fome e de sede serão vingados no restaurante "Messiene", na aldeia de Algoz, no termo da auto-estrada Almada/Messines. Mais se informa que o rigor e as instruções declaradas pelo "Decano do Norte" têm o aval do Sul, pelo que , expurgados os detritos em tempo mínimo nas paragens indicadas, se deve retomar a marcha como se fora um combóio urbano. Boa viagem e fraternais cumprimentos!!!

2012-04-19

Arsénio Pires - Porto

Caro amigo:

Bom dia.
O Delfim encarregou-me de "dirigir a banda" do autocarro até Almada.
Contacto então contigo.
Estás na lista dos que vão ao Encontro Regional em Messines e que entram no autocarro com partida desde o seminário de Cristo Rei (V. N. de Gaia) às (e não "pelas"):


 06:45 horas


Para chegarmos a tempo do almoço em Messines, temos horários rígidos a observar.
Pedimos a todos que encarem esta viagem de autocarro como se fossem apanhar o comboio.


Sairemos, mesmo às 06:50.


Se não for justificado qualquer imprevisto atraso de última hora, não esperaremos para além da hora mencionada:

06:50.

Pedimos a vossa compreensão pois, sem esta rigidez, não conseguiremos chegar a tempo a Messines.

Nota para os colegas de Lisboa:
Esperamos também que não haja atrasos em Lisboa, Sete Rios. Daí sairemos às 09:50.

Se, por qualquer motivo imprevisto o autocarro estiver atrasado, comunicaremos.
Aqueles que não estiverem à hora de partida (09:50) deverão dirigir-se para Almada a fim
apanharem aí o autocarro que fará uma paragem obrigatória de 30 minutos.

Desculpem a rigidez mas... todos lucraremos!

Um abraço para cada um de vós.


Arsénio  (933 995 729)

2012-04-18

Arsénio Pires - Porto

Continuem a seguir o que se passa na Irlanda.

Vejam como os Redentoristas estão em "guerra santa" com o Vaticano!

(Lá como cá, claro!)

Vão aos "Pontos de Vista".

2012-04-14

Arsénio Pires - Porto

Sigam em "Pontos de Vista"

a perseguição que o Vaticano está a fazer

a um sacerdote redentorista irlandês!

2012-04-07

Renato Veloso - Belo Horizonte - Minas Gerais

Arsenio,


Que a paz e a comunhão da Páscoa o acompanhe em todos caminhos de 2012, abençoando toda sua familia e seus irmãos da CSsR.

Abraço fraterno.

Renato

 

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº