fale connosco


2013-01-10

Francisco Cabral de Sousa - ESTORIL

Caro Peinado, Muito me sensibilizaram as palavras simples e sãs como nos dás a conhecer a tua doença. Não te julgues no fim da linha, pois ainda tens muito para dar. Força, Peinado. Os teus amigos da aaar continuam a contar contigo. Um grande abraço.
2013-01-10

J. CASTRO - Penafiel

Caros Amigos:

Agora que o ano novo já está a contar cá voltei eu (apesar de sempre por cá andar).

Não vos vou maçar nem com linguagem rebuscada que não sou capaz de usar e muito menos com divagações que me desviem do tema que aqui me traz.

Pois CARO PEINADO esta é uma carta aberta que te dirijo. Foi mesmo a tua intervenção que despoletou em mim este desejo agora concretizado de aqui deixar este comentário.

Descansa que não te vou fazer o elogio fúnebre.

Só quem te conhecer muito mal é que pode ser enganado com o teu acenar de moribundo já com um pé no céu e outro no inferno o mesmo é dizer com os dois pés bem assentes na terra.

Não que eu te conheça bem mas tendo tido o privilégio de por por várias vezes contigo ter passado bons momentos acredito que ainda tens muito e por muitos anos para connosco continuar a partilhar.

Estava em Orbacém no paraíso do Assis há cerca de dois meses atrás e bem sabendo que já estavas no teu novo regime de tratamento quando tu no teu melhor estilo ligaste para pedir ajuda em virtude de te encontrares perdido e não atinares com a casa do Assis.

Quero dizer-te que fiquei sinceramente preocupado porque já o vinho do porto que tinha sido repartido como aperitivo tinha acabado e acreditando piamente na genuinidade do teu contacto corri a isolar um cálice do precioso néctar para ti.

Venho lembrar-te que esse aperitivo continua à tua espera. Efectivamente estavas a partilhar esse dia connosco mas não te foi possível estar presente e bem enganaste todos os presentes...

Outros dias virão e todos poderemos confirmar que como sempre não deixarás os créditos por mãos alheias. Os pratos ficarão vazios e a sala ficará cheia com a alegria contagiante que a tua presença sempre garante.

Até um dia destes e como não poderá deixar de ser com saúde.

As melhoras para ti na certeza de que um destes dias brindarás connosco por

UM BOM 2013 COM MUITA SAÚDE PARA TI E PARA TODOS OS AAAR's

2013-01-10

António M Rodrigues - Coimbra

Amigo Peinado, o Céu pode esperar (já tem lá muita gente boa) e eu fico à espera do teu balanço do ano corrente e dos necessários votos de felicidade para 2014.

O meu dedo mindinho diz-me que há muitos a pensar e sentir como eu. 

Um grande abraço de quem, talvez, não te lembres, mas que te deseja boa saúde e boa recuperação.

2013-01-10

Arsénio Pires - Porto

No "Pontos de Vista" há um artigo que pode merecer a nossa leitura e, já agora, o nosso comentário!

 

2013-01-09

ANTÓNIO GAUDÊNCIO - LISBOA

Com uma simplicidade desarmante num texto despretensioso, o nosso amigo Peinado disse tantas coisas importantes e  belas e gerou emoções tão fortes que digeri-las, a seco, não me é fácil. E menos fácil ainda se torna para mim quando está em causa um condiscípulo, um velho amigo de longa data, um companheiro de que só a ideia de perdê-lo faz arrepiar, de um homem inteiro que não engole desaforos, honra compromissos, estima os amigos, enfim, um HOMEM  ( assim mesmo com maiúsculas ) .

Não me vou alongar muito neste meu comentário porque, como acima referi, é um amigo ( desde os idos de Setembro de 1955, lembras-te amigão? ) e eu não sou bom a dissecar sentimentos quando se trata de amigos. Todavia não acredito que o nosso Peinado já esteja a desistir da vida; não acredito que ele não nos torne ainda a fazer felizes com o seu esfusiante gosto de viver, a sua alegria contagiante e com o seu humor tão peculiar que desarma qualquer cristão.

Sensibiliza-me muito a grandeza do gesto altruísta do  ofertor do rim mas também  respeito e admiro a dignidade que o Peinado teve ao agradecer a dádiva mas recusando-a com argumentos que comovem.

Se me ponho a escrever mais corro o risco de me «desnudar» por completo e de começar a dizer coisas que não quero.

Termino, dirigindo-me ao nosso amigo Peinado e vai ser em discurso directo : Amigão, com simplicidade, com franqueza e com uma grande dignidade, escreveste uma das mais belas páginas que, até hoje, surgiram no " FALE CONNOSCO ".

Mas não vejo este teu desabafo como um testamento.Nada disso!!!!

Continua a lutar pela vida e VOLTA,VOLTA, VOLTA, porque és sempre benvindo e bem recebido.....   

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº