fale connosco


2013-05-22

manuel vieira - esposende

O Edélcio era um ex-seminarista brasileiro da associação Uneser com quem temos uma parceria de um passado comum como todos sabem. O Edélcio era um dos leitores frequentes da nossa revista Palmeira e vivia a Associação brasileira como muitos de nós vivem a nossa Associação e é dessa força anímica,da presença viva que as organizações precisam.

Infelizmente vivia já com saúde débil e a sua hora de partida chegou e já transmitimos as nossas condolências aos nossos colegas, muitos deles estiveram nas cerimónias fúnebres que foram presididas pelo padre José Marques, vigário paroquial da paróquia de N.Sra Aparecida, redentorista português que foi do curso do Peinado, Pedrosa, Gaudêncio, Mário Lage e outros. O padre J.Marque deverá passar uns tempos em Portugal entre Setembro e Outubro próximos, conforme nos comunicou.

Quanto ao Peinado e ao seu Porto, também eu digo "bela cidade", senhora de uma feijoada incrível entre outras ementas soberanas e limpinhas que até ao Martins Ribeiro fazem um arrepio de boca. 

Mas é bom vermos os nossos amigos felizes e contentes!

2013-05-20

Arsénio Pires - Porto

Estimado Nelson:

Tinha sabido, via facebook, do internamento do Edélcio. Suspeitei da gravidade da situação e pedi ao Pai por ele.

Apesar de não conhecer pessoalmente o Edélcio, correspondi-me bastantes vezes com ele e deu para perceber que ele era um homem de grande Fé e também de grande coragem no enfrentamento da sua grave doença.
Agora está junto do Pai. O Espírito que sempre o guiou arrebatou-o no dia de Pentecostes!

Para a sua esposa e filho envio os meus fraternos sentimentos de acompanhamento nestes momentos de dor e saudade.
Também em nome da nossa revista Palmeira, que ele sempre lia e apreciava, fica eterna saudade.

 

2013-05-20

António. Peinado Torres - Porto

Bom dia companheiros. Quando abri hoje pela 2ª vez o computador dei com a notícia do falecimento do nosso colega Edelcio é sempre triste ver partir as pessoas, mas todos nós sabemos que faz parte do ciclo da vida, a morte, que a PAZ o acompanhe. Os meus pesames à Familia. Como a vida é para viver vou direito ao assunto que me fez ligar esta máquina. O FUTEBOL CLUBE DO PORTO é novamente CAMPEÃO, e tudo foi LIMPINHO, tal como disse ( o Jesus do Benfica ) a respeito da arbitragem do Capela no jogo Benfica Sporting, aí foi triplamente LIMPENHO, e essa LIMPEZA também afectou o meu CLUBE, mas a indústria do futebol rege-se assim e portanto estou feliz pelo TÍTULO ganho, pela regularidade que tiveram durante a prova, e também porque a Direcção do meu Clube esteve atenta e como poderiam surgir contrariedades, a SECRETARIA funcinou. Os meus AMIGOS da AARs benfiquistas, que se conformem e digam ao Jesus deles , quem limpinho, limpinho, limpinho é só com ele, pois tudo isto é PORQUINHO, PORQUINHO, PORQUINHO. Saúdo o Futebol Clube do Porto, a minha CIDADE, bem como todos os meus amigos ex-reclusos da QUINTA DA BARROSA. Pertenço a uma cidade maravilhosa. com gente de bem que é PATRIMÓNIO MUNDIAL e que por minha vontade e desejo é a CAPITAL DO MUNDO, VOLTAREI PEINADO
2013-05-20

NELSON ALVES NUNES - BRASIL-

FALECEU NOSSO COLEGA EDÉLCIO

Às 20,30 h de hoje, 19 de maio, domingo de Pentecostes, nosso querido e admirado colega Edélcio partiu para junto do Pai.
Deixa para nós belo exemplo de vida. Entusiasta da UNESER, foi sempre colaborador. Apesar das dificuldades da doença, não deixava de participar dos encontros, dos retiros e de outros acontecimentos, dando seu testemunho de fé, confiança em Deus, amizade e camaradagem, alegria e participação. Em fevereiro ainda celebrou suas bodas de casamento, recebendo, na missa de encerramento de nosso retiro, a bênção do Pe. Dezidério.
Nosso pesar e nossa mensagem de conforto aos famiiares, em especial, a sua esposa Vera e ao filho Renato.

UNESER - COORDENAÇÃO

2013-05-18

A. Martins Ribeiro - Terras de Valdevez

Sempre considerados  companheiros AARs: 

Depois de ler com todo o interesse os tópicos de tantos de vós neste nosso "abençoado" sítio, Gaudêncio, Lamas, Diamantino, Assis, Vieira, Arsénio, etc. e tal, devo dizer-vos que não me tem faltado vontade de responder, só que, tenho andado um tanto desmotivado de o fazer  por muitos e desgraçados motivos. Entre eles está uma série de exames que me foram solicitados a fazer para re-visionar a máquina no sentido de poder mantê-la na melhor operacionalidade em face de uma quilometragem quase perto de "virar"; também o desânimo e a revolta com que a conhecida ladroagem nos tem fustigado a vida e que é de todos conhecida, mas hoje não vou ir por aí nem investir contra ela como me apeteceria nem chorar baba e ranho com lamúrias inúteis. Fico com a raiva e vou tentando levantar o ânimo. Há umas semanas fui brindado com a gentil deferência da visita do caro Diamantino e esposa aqui á minha casa, gesto que me sensibilizou e que muito agradeço. Claro que não fomos comer nenhum daqueles petiscos tão falados na nossa Associação nem as iguarias que sobretudo o Né Vieira tanto apregoa e destaca. Como não era dia de feijoada, nossa intenção e que por estes lados tem fama e proveito, fez-se opção por outro prato que também não lhe ficou atrás em qualidade e sabor. Fala-se muito no encontro deste ano e verifico que alguns companheiros parece que vão deitar mãos á obra para o realizar. Já ouvi dizer que será lá para Setembro e então ficarei á espera, pois eu, nestas coisas, procuro não falhar nunca. O local pelo qual todos mostram inclinação parece ser o Douro. Por mim acho excelente e, muito embora conheça muito bem esses belos recantos, nunca é demais visitá-los e desfrutar-lhes a beleza. Pelos vistos, o Gaudêncio é que não perde tempo e vai antecipar-se por aqueles sítios numas férias muito bem escolhidas e até apresenta algumas interessantes sugestões. Estou ansioso por conhecer pessoalmente o Lamas; sei que ele tem o restaurante S.Frutuoso que conheço muito bem pois já, em tempos, lá comi algumas vezes em virtude de ser um local muito referenciado. Pode ser que, um dia destes, por lá apareça novamente, sem espavento nem alarido, e no fim o vá então cumprimentar. Aproveito para dizer ao Peinado que ele não ficará sem resposta quando, porventura, os alcatruzes da nora voltarem ao de cima. Não é qualquer traineira que pode afundar um "couraçado"; pode é obrigá-lo a encalhar. Entretanto, o melhor é ir  pensando na "confraria" que eu tenho por cá muito bom néctar para a sustentar. Um dia falaremos. Agora vou sorver o ar fresco que corre nestas terras de Valdevez, engalanadas com o manto verde da primavera e dar ouvidos ao murmúrio das pequenas cascatas e ao sussurro das madrias  e açudes da correnteza do Vez, nesta altura muito sereno e calmo, a sugerir a contemplação e inspirando genuínos devaneios de poeta. Podereis aparecer por este recanto sempre que quiserdes pois, mesmo que não haja feijoada, haverá sempre muitos outros manjares para a substituir.

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº