fale connosco


2013-12-22

José Maria Pedrosa Cardoso - Oeiras

Pois é, e eu tão perto, em Guimarães, precisamente naquele dia 14 e disponível para o tal repasto bem português e bem minhoto, cuja descrição (do Arsénio, do Vieira...) mexeu nas minhas glândulas salivares. Porquê não fui convidado? Mais uma oportunidade perdida para voltar a ver  o meu colega de infância e de caminhos eclesiásticos, de quem mantenho profunda saudade, que é o  Adolfo. Perdouo,  todavia,  à boa maneira de Mandela, mas só desta vez, a quem organizou o evento a Norte.

Boas Festas para  todos,

José Maria Pedrosa

 

2013-12-22

Arsénio Pires - Porto

Já que TUDO está calado,

haja ao menos alguém mais que escreva aqui...

BOM NATAL

para todos nós!

(venham mais!)

2013-12-16

Arsénio Pires - Porto

Assim foi.

A liturgia estava preparada.

Os sinos tocaram.

Chegaram os fiéis.

Que felicidade poder abraçar os confrades.

Os oficiantes Lamas & Argentina iniciaram as cerimónias!

Da cerimónia, também nada direi. Quem quiser, que vá à “igreja” S. Frutuoso.

O fruto que colhemos não só se aconselha como se publica ser obrigatório provar e ficar: Cozido à Portuguesa.

De entrada, para incensar a ara do altar, umas papas se sarrabulho à moda dos oficiantes Lamas & Argentina.

A não perder!

A guardar para sempre!

Nota:

Que felicidade rever (há quanto tempo…!) o nosso querido Adolfo.Foi um privilégio dar-lhe boleia até ao Porto. Foi ele quem conduziu com as suas sábias e, como sempre, espirituosas palavras.

Da poesia disse que “é subjectivismo”.

E mais coisas disse que não publico!

Mas guardo!

2013-12-15

manuel vieira - esposende

A tarde solarenga juntou-nos no S.Frutuoso, logo mais abaixo da estação férrea de Braga.

Estranhei pela positiva a presença do Adolfo e sorri. Eles vão aparecendo...

Confesso que um cozidinho à portuguesa com toque do Minho e das mãos da D.Argentina, esposa do Lamas,  atrai qualquer boa alma, não fosse pelo aroma sadio das carnes porcinas habilmente temperadas, pela untuosidade das couves de coivão bem escaldadas no caldo das carnes e dos enchidos. 

Umas papinhas de sarrabulho à moda de Braga aconchegaram os primeiros apetites e estenderam-se as travessas de barro de Barcelos cheínhas de fumos e de carnes de porco, de orelheira, pernisinhos, chispes bem marinados, barriguinha, carne de vaca e de galinha, chouriças de sangue e de carne, até farinheira, com as batatas e as cenouras cozidas a encolher-se por entre os coivões de sabor e textura magníficos. Os vinhinhos contribuíram para o aguçar dos paladares.

Não falei numa broínha de milho amarelo de magnífica textura e sabor a lembrar as fornadas de tempos idos.

As sobremesas acompanharam a época e a região com tradicionais rabanadas e um leite creme de consistência aprimorada com a crosta crocante do açúcar queimado pelo ferro em brasa.

O Lamas presenteou-nos com umas fatiínhas de um bolo rei suave e um Porto de boa colheita.

Mas conversamos muito também e a inspiração das conversas tinham a ver com a amizade.

Foi uma mesa compridinha completada pelas esposas e respirou-se Natal.

O Lamas e a D.Argentina, cozinheira muito experiente e que sabe, também nos foram fazendo companhia, gerindo os tempos e saímos pela tardinha.

Foram muitos abraços natalícios a sentir a consistência da amizade que sabemos cultivar e agradecemos ao Peinado o seu espírito de iniciativa.

2013-12-15

António Peinado Torres - Porto

Boa tarde Amigos AARS

Ontem um grupo de EX-PRESIDIÁRIOS da Quinta da Barrosa acompanhados por algumas esposas dos mesmos, foi em peregrinação gastronómica até ao santuàrio de S. Frutuoso.

 Fomos amavelmente recebidos pelo reitor de nome José Lamas, e pela abadessa mestra cozinheira de nome Argentina, não é tão grande como o país do mesmo nome, mas é uma super mestra em COZINHA, uma longa vida e feliz para si.

 Os presentes sentaram-se à volta do LENHO, onde é que eu já li isto, após os abraços e beijos de BOAS VINDAS, abraços para os EX-PRESIDIÁRIOS e beijos para as respectivas senhoras, nada de abusos, tudo nos conformes.

 Já num ambiente de confraternização e amizade deu-se inicio ao repasto.

 Para entrada e só para provar umas papas de sarrabulho à MODA DE BRAGA.

 Posso-vos garantir que houve quem só provasse por 3 vezes. Seguidamente seguiu-se um COZIDO À PORTUGUESA  à moda da Senhora Abadessa, excelentemente bem servido e cozinhaDO, tudo isto acompanhado por Vinhos Verdes branco e Tinto, também houve quem optasse por maduro e imaginem até água.

 Foi servido leite creme, e como estamos em plena época NATALÍCIA, não faltaram as rabanadas, bolo-rei e vinho do Porto. Pois meus AMIGOS , o almoço foi OPÍPARO, o ambiente Super Familiar, e até tivemos a presença de TRÊS POETAS EX-PRESIDIÁRIOS, dois de linha Clássica ( Adolfo Barros e Arsénio Pires ) e outro de raiz mais popular ( José Lamas ) são quatro , pois o Martins Ribeiro também esteve presente, tivemos também pela 1ª vez nestes convivios o Samorinha e esposa, e volto a referir o Adolfo Barros.

 Não houve declamações, talvez por também estarem presentes políticos, não sei,

 E PENSO EU DE QUE, saímos todos como entramos aos abraços e beijos, formulando votos uns aos outros de SAÚDE E UM FELIZ NATAL E BOM ANO NOVO.

 Amigos, cumpriu-se mais uma jornada de sã amizade e franco convívio. Voltarei Peinado

 

 

Quer partilhar alguma informação connosco? Este é o seu espaço...
Deixe-nos aqui a sua mensagem e ela será publicada!

.: Valide os dados assinalados : mal formatados ou vazios.

Nome: *
E-mail: * Localidade: *
Comentário:
Enviar

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Copyright © Associação dos Antigos Alunos Redentoristas
Powered by Neweb Concept
Visitante nº